Deficiência de G6PD: breve explicação.

O que é a deficiência de G6PD?

A deficiência de G6PD é uma condição hereditária. É quando o corpo não possui o suficiente de uma enzima chamada G6PD (glicose-6-fosfato desidrogenase). Esta enzima ajuda os glóbulos vermelhos a funcionar adequadamente. A falta desta enzima pode causar anemia hemolítica. Isto é, quando os glóbulos vermelhos se quebram mais rapidamente do que eles são feitos.

O que causa a deficiência de G6PD?

A deficiência de G6PD é herdada. Isso significa que é passado dos pais através de seus genes afetados.

As mulheres que carregam uma cópia do gene afetado podem passar a deficiência de G6PD para seus filhos.

  • Os homens que obtêm o gene afetado têm deficiência de G6PD.
  • As mulheres que obtêm apenas um gene afetado são transportadoras, que obtêm dois genes afetados são deficientes. Muitas vezes eles não têm sintomas. Mas eles podem passar o gene para seus filhos.

Quem está em risco de deficiência de G6PD?

A deficiência de G6PD ocorre mais frequentemente em ambos os sexos, sendo mulheres muita das vezes apenas portadora.

A desordem afeta cerca de 10% dos homens afro-americanos nos EUA. Também é comum em pessoas da área do Mediterrâneo, África ou Ásia.

Quais são os sintomas da anemia hemolítica?

G6PD pode causar anemia hemolítica. Isto é, quando os glóbulos vermelhos se quebram mais rapidamente do que eles são feitos. Os sintomas da anemia hemolítica incluem:

  • Pele pálida
  • Amarelo da pele, olhos e boca (icterícia)
  • Urina de cor escura
  • Febre
  • Fraqueza
  • Tontura
  • Confusão
  • Problemas com a atividade física
  • Grande baço e fígado
  • Aumento da frequência cardíaca
  • Sopro cardíaco

Os sintomas da anemia hemolítica podem parecer outros problemas de saúde. Veja sempre seu médico para um diagnóstico.

Como a deficiência de G6PD é diagnosticada?

Seu médico pode diagnosticar a deficiência de G6PD com um exame de sangue simples. Você pode precisar desse teste se:

  • Sua família vem de uma área onde esta condição é comum
  • Você tem uma história familiar de deficiência de G6PD
  • Você tem uma forma desconhecida de anemia

Seu provedor pode repetir testes para fazer um diagnóstico preciso.

Como é tratada a deficiência de G6PD?

Na maioria dos casos, a deficiência de G6PD não causa problemas. Podem ocorrer problemas se você estiver exposto a medicamentos ou alimentos que possam prejudicar suas células sanguíneas (não seguindo as restrições).

Seu profissional de saúde descobrirá o melhor tratamento com base em:

  • Sua idade, saúde geral e histórico médico
  • Como está deficiência

O tratamento pode incluir:

  • Evitando certos medicamentos, alimentos e exposições ambientais
  • Dizendo aos seus provedores que você possui deficiência de G6PD
  • Verificando com o seu médico antes de tomar qualquer medicamento

Vivendo com deficiência de G6PD

Se você tem essa condição, você precisará evitar coisas que possam desencadear a anemia hemolítica. Esses incluem:

  • Para mais detalhes adquira nossa lista de restrição, que se encontra disponível para download no grupo Mães G6PD no Facebook
  • Certos antibióticos
  • Grãos de fava/corantes artificiais
  • Bolas de traça (naftalina)

Pontos-chave sobre deficiência de G6PD

  • A deficiência de G6PD é a falta de uma enzima (glicose-6-fosfato desidrogenase) no sangue.
  • É um problema de saúde genética que é herdado. As mulheres geralmente não entendem. Mas eles podem ser transportadores e passar para seus filhos.
  • Pode causar anemia hemolítica. Isto é, quando os glóbulos vermelhos se quebram mais rapidamente do que o corpo pode fazê-los.
  • Isso afeta cerca de 10% dos homens afro-americanos nos EUA. Também é comum em pessoas da região do Mediterrâneo, África ou Ásia.
  • O tratamento inclui evitar certos medicamentos, alimentos e exposições ambientais.

 

Compartilhar

Comments

comments