Publicado em

Compreenda como uma hemólise acontece: Hemolises Induzida

A hemólise é um processo natural do corpo, todo ser humano hemolisa e tem perda diária de 0,8 a 1,0 % dos glóbulos vermelhos, porém essa perda é natural do corpo, mas um Deficiente de G6PD sofre o que chamamos de Hemólise Induzida, já esse processo não é natural e a perda de glóbulos vermelhos é muito superior há perda normal, o que pode trazer consequências e danos futuros ao individuo.

Resultado de imagem para hemolise

Vamos entender as Hemólises Induzidas:

Hemólise por uso de Drogas indutoras (certos medicamentos) e ingestão de alimentos restritos a base de corantes artificiais, quinino (água tônica) e vinho tinto (b-glicosidase).

Na presença desse estresse oxidante alguns indivíduos podem apresentar hemólise que varia de um estado hemolítico de baixo nível crônico (diminuição de hemoglobina e um aumento na contagem de reticulócitos)

E por um episódio agudo de hemólise intravascular caracterizado por anemia hemolítica, hemoglobinemia, hemoglobinúria, hiperbilirrubinemia e icterícia.

quadros graves hemolíticos, podem levar a uma anemia aguda causando: dor torácica, dispnéia, palpitações, tonturas, cefaléia, dor abdominal aguda, dor nas costas e a necrose tubular renal induzida pela hemoglobina e insuficiência renal.

casos extremamente graves, há a eliminação de hemoglobina pela urina, resultando em hematúria e urina de cor escura.

A crise hemolítica no paciente, devido à ingestão dessas drogas, pode começar ser de 24 à 48 horas após o inicio da medicação. Muitas das vezes, apenas a suspensão do fármaco pode suspender a hemólise em poucos dias.

Hemólise por ingestão de Feijão de Fava

Pitágoras foi o primeiro a descrever o favismo como uma enfermidade desenvolvida por alguns indivíduos suscetíveis, quando estes ingeriam feijão-fava.

O efeito hemolítico após a ingestão de fava (Vicia fava) que contém β-glicosídios que são oxidantes de ocorrência natural. Para que ocorram estas manifestações clínicas são necessários alguns pré-dispositivos, sendo estes: drogas oxidantes, favismo, infecção

Os sintomas do favismo são sentidos depois de 5 a 24 horas após a ingestão da fava ou da inalação do pólen da flor da planta;

Apresenta-se com: mal estar, febre, arrepios, dores de cabeça, tonturas, vômitos e dores lombares.

Após o fim das manifestações clínicas, cerca de 24 horas, a urina fica escura e o paciente ictérico.

Hemólise por Infecção

É um fator precipitante de hemólise na deficiência de G6PD; a resposta inflamatória à infecção resulta na geração de radicais livres nos macrófagos, os quais podem se difundir nas hemácias e causar lesão oxidante. Pode ocorrer por infecções bacterianas, febre tifóide, leptospirose, riquetsioses ou infecções viróticas.

Icterícia neonatal por uma hemólise

Icterícia é a coloração amarelada dos tecidos devido ao aumento dos depósitos de bilirrubina sérica;

A bilirrubina é um produto do metabolismo da degradação do heme; formação de bilirrubina ocorre nas células reticuloendoteliais, principalmente do baço e do fígado.que sobrecarrega as vias hepáticas de desintoxicação na qual se acumula no plasma e tecidos gerando a Icterícia, bilirrubina livre é tóxica às sinapses e danifica os neurônios e as organelas celulares; bilirrubina causa lesão neuronal em áreas específicas do cérebro com a mais alta utilização de oxigênio.

Icterícia neonatal é uma complicação corriqueira da deficiência de G-6-PD que se desenvolve tipicamente em recém nascidos com um a quatro dias de nascido, apos a ingestão da vitamina k e uso de restritos de pós parto da mãe que amamenta.

A icterícia é adequadamente estabilizada por fototerapia; alguns casos de icterícia neonatal são bem graves podendo levar à agravos neurológicos permanentes (encefalopatia bilirrubínica do recém-nascido).

Como evitar uma Hemólise:

A melhor maneira de evitar uma hemólise é a prevenção, evitar todo medicamento e alimento indutor de hemólise.

Sabemos que crianças adoecem e nem sempre é fácil evitar, mas é possível prevenir quadros recorrentes de infecções, com uma boa alimentação livre de industrializados o organismo tem uma imunidade maior e se torna mais resistente aos vírus e bactérias, mas ainda que a criança adoeça o ideal é identificar o problema e combate-lo para que não chegue a induzir uma hemólise.

Quanto a ictericia neonatal não existe uma maneira de evitar, visto que a vitamina k é necessária para o recém nascido, nesse caso entra o risco benefício.

Como combater uma Hemólise:

Geralmente a hemólise cessa conforme o agente indutor é eliminado do organismo, o ideal é se a criança entrar em contato com um agente indutor hidrate bastante, manter a criança hidrata ajuda na sua recuperação e eliminação do agente indutor.

Se notar algum sintoma de hemólise leve a criança ao hospital, pois a hemoglobina precisa ser medida, em alguns casos a criança necessita ficar no soro, pois ajuda a hidratar e se recuperar mais rápido, em casos mais severos se faz transfusão de sangue.

Referencias:

Compartilhar

Comments

comments

Um comentário sobre “Compreenda como uma hemólise acontece: Hemolises Induzida

  1. […] Mas uma coisa que você precisa e muito entender é sobre a Hemólise, esse é um assunto meio longo, e como já temos um texto e um vídeo falando sobre irei te direcionar, para ler o texto clique AQUI,  para assistir ao vídeo clique AQUI. […]

Os comentários estão fechados.